Dicas para se fantasiar para o carnaval

Dicas para se fantasiar para o carnaval

carnaval está chegando e com ele vem a ótima oportunidade de usar uma fantasia bem legal. Você pode se perguntar: qual a fantasia ideal para esta ocasião? Para lhe dar uma mãozinha, aqui vão algumas dicas que podem ajudar na sua decisão.

Criatividade é uma das palavras-chave. Para facilitar a sua escolha, antes de escolher a fantasia, escolha qual o estilo que você quer adotar: engraçadosérioextravagantesexydiscreto, etc. Decidido o estilo, é hora de decidir a fantasia. Pode ser um super-herói, seu personagem preferido de um filme, série de TV ou game, uma lenda urbana ou do folclore brasileiro (esta é uma ótima dica, pois raramente as pessoas pensam nisto), um personagem de histórias em quadrinhos ou apenas algo que sua imaginação criar, como: fantasma, noiva cadáver, múmia, açougueiro assassino, dançarina (de vários estilos), zumbi, professor(a), estudante, caçador(a), um animal que você gosta, … e tantos outros!

É claro que se a fantasia for de um personagem conhecido pode ser mais divertido, pois as pessoas logo reconhecem do que você está fantasiado. Mas, se não for este o caso, você pode fazer um suspense antes de revelar ou pedir para a pessoa tentar adivinhar qual é a sua fantasia, entrando ainda mais no clima da diversão.

Algo bem legal de se fazer também é escolher do que você quer se fantasiar e dar o seu toque à fantasia. Escolha um personagem e o interprete do seu jeito, dê a ele a sua personalidade. Seja diferente! E esta dica é válida principalmente se você decidiu não comprar ou alugar a sua fantasia e, sim, confeccioná-la. Imagine como você acha que deveria ser e mãos à obra! E na hora de finalizar a produção, não se esqueça dos adereços e da maquiagem, que ajudam muito na hora de compor o look!

O que você não pode se esquecer na hora da sua decisão é o conforto – ou desconforto – da fantasia escolhida. Às vezes, para se destacar ou “matar a vontade” de ser aquele personagem por um dia você pode pensar que pode abrir mão do conforto e usar uma fantasia enorme, ou apertada ou, ainda, que atrapalhe um pouco na hora de você se movimentar ou se mexer. Pode ser que não valha à pena. Você pode não aproveitar a noite tanto quanto poderia (ou gostaria) ou acabar tirando a fantasia antes da hora para poder aproveitá-la melhor. Mas, afinal, qual a graça de tirar a fantasia antes de a noite terminar?

A última e, talvez, a principal dica: solte a sua imaginação! Na hora de se fantasiar, deixe a vergonha de lado e, respeitando os limites e agindo com bom senso, aproveite para ser aquele personagem que, lá no fundinho, está escondido dentro de você!

 Clique aqui para voltar a página inicial.