Conquistas e desafios dos primeiros 320 dias de governo de Rui José

O prefeito Rui José Candemil Júnior e o vice-prefeito Juaci do Amaral completam 320 dias de governo nesta segunda feira, 20 de novembro. Um balanço rápido sobre as ações da administração municipal, permite uma avaliação positiva, principalmente se considerarmos a postura do prefeito Rui José Candemil que, por enquanto, tem procurado adotar procedimentos coerentes, exatamente de acordo com aquilo que prometeu na campanha do ano passado. É possível inclusive, avaliar os pontos e procedimentos do Sr. Prefeito, a partir das principais propostas de sua administração.

A meu ver, a mais importante das conquistas do atual governo municipal e que inclusive foi um verdadeiro cavalo de batalha na campanha eleitoral, foi com relação ao Hospital São João Batista. Como se recordam, o problema do nosso hospital era tão crítico que chegou a fechar as portas pelo menos duas vezes no ano passado, o que levou o atual diretor clínico, Airto Aurino Fernandes, a entrar de cabeça na campanha pela eleição de Rui José.

Passada a eleição as atenções se voltaram para o comportamento do prefeito, quando todos  indagávamos se o prefeito cumpriria sua proposta com relação ao hospital. Não deu outra, hoje os repasses financeiros vêm sendo feitos religiosamente, todo mês, devolvendo o hospital sua melhor performance de atendimento à população. Essa situação pode ser medida por um detalhe, extremamente significativo.

Segundo o Dr. Airto, pela primeira vez em quatro anos, o hospital está pronto para fazer os pagamentos de final de ano aos seus funcionários, inclusive já tendo pago a primeira parcela do 13º salário, graças ao repasse financeiro regular da prefeitura.  Já é uma situação bem mais confortável, temos que admitir. Hoje, o hospital está atendendo normalmente, inclusive com plantão 24 horas e uma parceria com outros hospitais maiores que permite encaminhamento imediato para outras unidades em casos graves.

Hoje são seis médicos atendendo no Hospital São João Batista. Mesmo assim, aquela casa de saúde precisa melhorar, criando estrutura para internamentos e outros procedimentos mais digamos complexos. Mas o balanço do atendimento ao hospital por parte do município é bem positivo. Da mesma forma a recente aquisição de veículos e equipamentos é outro ponto positivo da atual administração, graças à liberação da polêmica CND- Certidão Negativa de Débitos, através dos recursos estaduais do Fundam, Fundo de Apoio aos Municípios.

Nessa esteira de procedimentos aparece também a regularização da questão da manutenção da iluminação pública, hoje com um cronograma bem definido de atendimento a todas as comunidades, com a presença de uma equipe de conserto e reposição a cada 15 dias no município.

É verdade que ainda há muito por fazer na recuperação de ruas e prédios públicos, a começar pela própria prefeitura que bem mereceria uma pintura, até mesmo para melhorar o visual, depois que a garagem pegou fogo incendiando vários veículos. Na questão do atendimento ao servidor público, a atual administração regularizou o vale alimentação, que estava praticamente desativado em função de irregularidades no pagamento aos fornecedores, por parte da administração anterior.

Ainda com relação aos servidores, é preciso reconhecer que o governo hoje trabalha de forma mais enxuta, com número inferior de servidores comissionados. A relação com a Câmara de Vereadores, se não é na base de lua de mel, pelo menos é uma situação de respeito, com os senhores vereadores aprovando todas as matérias do executivo, demonstrando que todos eles, os vereadores, estão verdadeiramente mais preocupados com o município do que com eventuais interesses políticos ou particulares.

O prefeito Rui José Candemil Júnior, não esconde o fato de estar encontrando alguma dificuldade para governar, segundo ele, por conta de um orçamento municipal engessado, elaborado e aprovado na gestão anterior, com valores hoje defasados e insuficientes para as ações de governo. O novo orçamento deve ser aprovado até o final do ano pela Câmara de Vereadores e isso permitirá que o governo então possa deslanchar, assegura o prefeito.

Mas nem tudo é alegria na administração municipal de Imaruí. Alguns assuntos, de fundamental importância para a comunidade  hoje conseguem tirar o sono do prefeito e sua equipe, com destaque para dois temas. A penitenciária e a falta dágua na cidade. Recentemente, o ministério público encomendou um laudo técnico ambiental para verificar a real  possibilidade de instalar uma penitenciária em Imaruí, Estranhamente, o laudo indicou o terreno de Cangueri como propício para a instalação da obra, embora o assunto ainda continue sob a esfera judicial.

O prefeito Rui José Candemil já disse que pretende ser coerente ao que prometeu na campanha e lutará com unhas e dentes , ao lado da comunidade, conta a instalação do complexo penitenciário. Outro desafio está no reservatório e abastecimento de água na cidade. O verão está chegando e Rui José diz que o trabalho que o Samae fez até agora não é suficiente para tranqüilizar a população nesse setor. Isso quer dizer que os imaruienses devem estar preparados para enfrentar novos problemas com o tratamento e o fornecimento de água na cidade no verão que se aproxima.

De um modo geral o prefeito Rui Jose engatou uma sequência de ações mostrando que o primeiro ano de mandato não foi só de recuperação e organização, mas de afirmação. Foram iniciadas as obras importantes no interior, notadamente cerca de 10 novas pontes, algumas em parceria com o governo do Estado, através do Deinfra, sem contar que a conservação das estradas municipais de um modo geral está em ordem com boa trafegabilidade.

Na área da saúde o governo Rui José encontrou algumas dificuldades nos primeiros meses, com falta de médicos e remédios escassos. Hoje, com a participação do experiente Hamilton Claudino Junior no comando da pasta, as coisas estão mudando e quando o final de ano chegar a situação da secretaria de saúde, atendimento, número de médicos, novos postos de saúde e remédios estará tudo sob controle.

Mesmo com dificuldades financeiras, a exemplo dos demais administradores municipais do país, Rui José Candemil Júnior acredita ter cumprido sua missão chegando ao final de ano com as contas relativamente em dia, com os salários e 13º. salário igualmente liquidados, embora ainda haja indefinição apenas com relação ao salário de novembro que, eventualmente poderá ser pago nos primeiros dias de janeiro.

Rui José tem sido um prefeito presente, atendendo a todos em seu gabinete ou fora dele, participando ativamente do dia dia da sua comunidade. A delegação de poderes tem sido outra característica do chefe do Executivo de Imaruí, o que tem permitido que a prefeitura possa atuar em várias frentes, com resultados satisfatórios para a comunidade.

 

Clique aqui para voltar a página inicial.